<span class="bn">Bakongo de Angola: <br>etnicidade, religião e parentesco <br>num bairro de Luanda, Os</span><span class="as">Luena Nascimento Nunes Pereira</span>

Código: 9788577401802
R$ 48,00
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 48,00 Boleto Bancário
  • R$ 48,00 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Aura, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

TÍTULO:

Os Bakongo de Angola:
etnicidade, religião e parentesco
num bairro de Luanda

RESUMO:

Autor(Luena Nascimento Nunes Pereira)
Apresentação de Carlos Serrano
Prefácio de Kabengele Munanga
Coedição Faperj
ISBN 978-85-7740-180-2
2015, 1ª edição, 336 p., 16 x 23 cm


DESCRIÇÃO:

Um fio intenso e delicado, revestido de um texto sensível e respeitoso, entrança e trama os caminhos de ida e os caminhos de volta do percurso de mais de uma década de pesquisas de Luena Nascimento Nunes Pereira que resultou neste livro sobre os Bakongo de Angola. Conduzida em dois países, a um tempo separados e unidos pelo Atlântico, sua investigação não apenas se deixa ajustar e enriquecer por seus próprios limites, como também não hesita em afirmar o que singulariza o seu objeto de estudo em face de uma sociedade pós-colonial constantemente redefinida pela guerra decorrente dos impasses de sua independência em 1975.

Como se percebe à medida que a leitura avança, a singularidade dos Bakongo de Angola não se pauta por uma exclusão seja de sua identidade étnica, seja de sua identidade nacional. Ao focar os chamados regressados, isto é, os angolanos de origem bakongo que emigraram para o Zaire, atual República Democrática do Congo, durante a guerra anticolonial deflagrada em 1961, e começaram a retornar para Angola, sobretudo sua capital Luanda, logo após a conquista da autonomia política, a autora enfatiza que a dinâmica das relações de parentesco, vizinhança e solidariedade entre os vários segmentos desse grupo étnico revela tanto a diversidade na unidade quanto a unidade na diversidade.

Servem como principais eixos de narrativa e análise os ataques sofridos pelos regressados no que se tornou conhecido como a Sexta-feira Sangrenta, em 22 de janeiro de 1993, em meio ao violento recrudescimento da guerra civil após as primeiras eleições realizadas no ano anterior; o uso da língua portuguesa para a definição da nacionalidade angolana; e as contribuições que os Bakongo, de volta a Luanda, tiveram na disseminação do comércio informal e na proliferação das igrejas de diferentes orientações como base para a vida cotidiana e comunitária.

Do conjunto de informações, pistas e vias de entendimento aqui reunido, decanta-se a constatação de que as identidades, por serem circunstanciais e arbitrárias, dependem de processos históricos marcados pelo confronto de grupos, ideologias, aspirações e projetos quase sempre divergentes, razão pela qual se deve sempre levar em conta a perenidade de elementos heterogêneos nas transformações das formas de sociabilidade envolvidas na integração aos projetos de nação erigidos pelos movimentos de libertação africanos.

 

***

 

 

Este livro resulta de uma aventura antropológica que levou a autora a fazer três travessias aéreas do Atlântico para uma pesquisa de campo em Luanda, capital de Angola. Na primeira viagem, realizada em, a jovem aprendiz antropóloga Luena Pereira se debruçou sobre o segmento étnico bakongo chamado de “regressados”, uma identidade atribuída ao fato de os membros desse grupo terem origem no êxodo e na imigração forçada de seus pais aos países vizinhos, especialmente nos dois Congos, durante a guerra de libertação de Angola do jugo colonial português. [...] Na segunda pesquisa, realizada entre 2000 e 200, e que lhe exigiu uma permanência mais longa no campo, a pesquisadora não deslocou totalmente o foco do seu estudo, ampliando-o, ao alargar o universo de sua pesquisa: analisar os regressados não isoladamente, mas como integrantes do grupo étnico Bakongo mais amplo, vivendo em Luanda. [...] Embora se tratasse da história de Angola pós-independência, a análise exigiu que ela fizesse certo recuo para antes da independência, a fim de apreender o pano de fundo histórico que originara os regressados e explicaria seu retorno para a terra natal de seus antepassados. [...] Duas pesquisas que se completam e se enriquecem mutuamente, mas que neste livro formam um único corpo. Um livro interessante, cuja leitura é indispensável, pois vem se somar ao ainda pequeno acervo da bibiografia existente sobre o processo de construção da identidade nacional angolana e ao grande acervo sobre identidades étnicas. Kabengele Munanga

 

 

Luena Nascimento Nunes Pereira

Doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

 

Sumário      Apresentação  

 

 


DESCRIÇÃO:

R$ 48,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Contra Capa Livraria Ltda. - CNPJ: 68.575.083/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade

Social