GONZAGA DUQUE

http://contracapaeditora.com.br/pdf/gonzaga_duque_foto.jpg

Crítico de artes plásticas, romancista, contista e cronista, Luís Gonzaga Duque Estrada nasceu e morreu no Rio de Janeiro. Intelectual atento às questões de seu tempo, atuou intensamente na vida cultural carioca nas últimas décadas do século XIX e nas primeiras do século XX. Em 1910, foi nomeado diretor da Biblioteca Municipal. Colaborou intensamente em numerosos periódicos, como Gazetinha, A Semana e Kosmos, tendo participado também da criação de vários deles, como Guanabara, Rio-Revista e Fon-Fon. Foi retratado por vários artistas de sua época, como Eliseu Visconti, Belmiro de Almeida, Rodolfo Amoedo e Presciliano Silva, e caricaturado, entre outros, por Raul Pederneiras e Kalixto. Seu romance Mocidade morta é considerado a única realização importante nesse gênero no simbolismo brasileiro. Como crítico de artes plásticas, além da prática sistemática na imprensa, foi autor da primeira história das artes plásticas brasileiras, A arte brasileira.

Pague com
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Contra Capa Livraria Ltda. - CNPJ: 68.575.083/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail

Social