<span class="bn">Variações psicanalíticas sobre <br>a voz e a pulsão invocante</span><span class="as">Jean-Michel Vivès</span>

Código: 9788577402717
R$ 48,00
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 48,00 Boleto Bancário
  • R$ 48,00 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Aura, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

TÍTULO:

Variações psicanalíticas sobre
a voz e a pulsão invocante

RESUMO:

Autor(Jean-Michel Vivès)
Tradução de Vera Avellar Ribeiro
Coedição Corpo Freudiano Seção Rio de Janeiro
Coleção Janus, n. 19
ISBN 978-85-7740-271-7
2018, 1ª edição, 128 p., 16 x 23 cm


DESCRIÇÃO:

Esta segunda série de textos de Jean-Michel Vivès publicada na Coleção Janus sobre a voz e a pulsão que a ela se liga reúne indagações metapsicológicas e clínicas essenciais ao tratamento psicanalítico, em particular o da psicose e o do autismo. Partindo do estabelecimento da noção de ponto surdo, com a qual busca extrair as consequências da relação existente entre o nascimento do sujeito e a voz do Outro, o autor retoma, à luz do ensino de Jacques Lacan, das contribuições de Alain Didier-Weill e de trabalhos de diversos psicanalistas, psicólogos geneticistas e musicólogos, a longa e profícua construção quer do conceito de recalque originário, quer da instância psíquica do supereu na obra de Sigmund Freud, à qual acrescenta importantes reflexões e mesmo antecipações de Theodor Reik, um dos únicos, entre os contemporâneos deste, a tentar pensar o som e a música de um ponto de vista psicanalítico.

Em permanente interlocução com as diferentes manifestações sonoras pelas quais o sujeito é invocado, afetado e animado, a inspirada afinação teórico-clínica que ressai do prelúdio e dos oito capítulos deste livro deixa ver que a escuta do psicanalista e o testemunho oferecido pelo que de sua prática vem a público se entretecem numa improvisação, cujas bases decorrem não apenas da linguagem e de suas leis que lhe foram transmitidas, mas também de uma permanente insistência (significativas vezes, silenciosa) sobre o que, ao repetir-se, propicia o inaudito. Da improvisação aqui apresentada, destacam-se o conjunto de considerações sobre o timbre, entendido como a dimensão real, a um só tempo indefinível e insubstituível, da voz; a abordagem do estatuto topológico da voz superegoica; e a voz maquinal e a vocalidade artificial como recursos profícuos no tratamento das crianças autistas.

 

Jean-Michel Vivès

Psicanalista. Membro da Association Insistance, Paris, e do Corpo Freudiano Escola de Psicanalise Seção Rio de Janeiro. Professor de Psicopatologia Clínica na Université de Nice Sofia Antipolis, é também dramaturgo e músico, com especial interesse pela ópera e a prática teatral. Autor de A voz na clínica psicanalítica (Contra Capa, 2012) e La voix sur le divan: musique sacrée, opéra, techno (Aubier, 2012), tem artigos publicados em periódicos na França, no Brasil, nos Estados Unidos e na Colômbia.

 

Sumário      Introdução  

R$ 48,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Contra Capa Livraria Ltda. - CNPJ: 68.575.083/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade

Social